Cautela no exterior e ruídos no cenário doméstico.

Sexta-feira começa com os investidores optando pela cautela e abrindo pouco espaço para um dia de negócios positivo. No exterior, os agentes financeiros seguem repercutindo a falta de novos estímulos monetários por parte dos bancos centrais.

No Brasil, o mercado local deve ficar atento aos ruídos políticos vindos de Brasília envolvendo o presidente Jair Bolsonaro e a equipe econômica do ministro Paulo Guedes.

Descolando do movimento visto no exterior, que ainda digeria o comunicado da decisão de política monetária do Federal Reserve, o Ibovespa fechou o dia em alta de 0,42% e as ishares com uma alta de0,81%. O dólar recuou 0,13%, a R$ 5,2314.


O bom desempenho das bluechips - Petrobras, Vale, Suzano e Ambev - foi o catalisador para que a 'ressaca dos bancos centrais' não atingisse a bolsa brasileira, que também digeria a manutenção da taxa Selic em 2% ao ano e o comunicado do BC brasileiro.

Ainda temos uma tensão, o clima em Brasília segue tenso desde que o presidente Jair Bolsonaro 'enterrou' o programa Renda Brasil - cotado para substituir o Bolsa Família - e atacou a equipe econômica do governo.


Após a ameaça de 'cartão vermelho' para a proposta de congelamento de aposentadorias para o financiamento do novo programa social, os investidores passaram a pesar as possibilidades de permanência no governo do ministro queridinho do mercado, Paulo Guedes, que já reafirmou sua permanência.

O foco agora é a equipe econômica. O ministro Paulo Guedes disse que não irá segurar ninguém que ventilar informações sobre os próximos passos da equipe econômica para a imprensa.

Ainda repercutindo a decisão do Federal Reserve de não prometer novos estímulos para a economia, as bolsas asiáticas fecharam em alta limitada.


Na Europa, o dia amanhece com os investidores optando pela cautela. A razão é a preocupação com a forte retomada no número de infectados pelo coronavírus. A Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou ontem para a piora da situação na região.

Os novos casos reacendem o sinal amarelo para a possibilidade de uma nova quarentena e novas medidas de isolamento social, o que não agrada os investidores.

A preocupação dos investidores com a situação é tão grande que a divulgação de novos índicadores macroeconômicos na região não influenciaram os negócios de forma significativa.

A cautela também atinge os índices futuros em Nova York, que exibem sinais mistos nesta sexta-feira.



Antes de falar em investimentos, vamos falar de alta performance. Nosso maior objetivo é entender as pessoas, processos e tecnologia. Entre em contato com a gente e venha fazer parte do nosso universo.

Instagram

REDES SOCIAIS

Copywrite Hightrading 2017 © Todos os direitos reservados.