23/06 De olho no Copom

Bom dia,

Mercados financeiros globais começam o dia refletindo um forte alívio, pautados na confirmação de que o acordo comercial firmado entre Estados Unidos e China continua valendo, feita por Donald Trump durante a madrugada. Na Europa, resultados melhores do que o esperado da atividade econômica do continente embalam o pregão.

No Brasil, o destaque do dia é a divulgação da ata do Copom 8:00. Embora os investidores não esperem grandes novidades, o documento deve trazer pistas mais claras sobre a indicação de um 'ajuste residual' na próxima reunião, em agosto.


As últimas horas foram de grande emoção para quem acompanha as idas e vindas do acordo comercial entre Estados Unidos e China. Os índices futuros em Nova York e as bolsas na Ásia acenturaram as perdas após a fala do conselheiro de Comércio da Casa Branca, Peter Navarro, que em entrevista à Fox News disse que o pacto comercial com a China teria chegado ao fim. Durante a madrugada, o presidente Donald Trump correu para o Twitter e desmentiu a informação, reafirmando que o acordo de primeira fase firmado em janeiro pelas potências continua em vigor.


Ainda durante a madrugada, as bolsas asiáticas se recuperaram e fecharam em alta generalizada.

Com o cenário mais otimista no campo comercial, os investidores na Europa refletem os últimos indicadores macroeconômicos divulgados no velho continente e que surpreenderam positivamente o mercado. O PMI composto da zona do euro subiu de 31,9 para 47,5 em junho. Na Alemanha, o índice foi de 32,3 para 35,8.

Em Nova York, os índices futuros também refletem o alívio no mercado externo, e avançam.

No exterior, fica em segundo plano o avanço do coronavírus - que volta a ganhar força em algumas regiões dos Estados Unidos e em Pequim.


Ontem tivemos o Ibovespa fechando o dia em queda de 1,28% e as ishares com uma queda de 0,13% .Com o exterior mais positivo, o dólar teve um dia de alívio, fechando o dia cotado a R$ 5,2706 no dólar a vista, após queda de 0,89%.


O pregão brasileiro foi marcado pela forte realização de lucros, indo na contramão das bolsas americanas - que chegaram a abrir em queda, mas se recuperaram ao longo do dia e fecharam a sessão com altas modestas.

Um dos destaques do dia foram as ações da Sabesp. Com a proximidade da votação do marco regulatório do saneamento, que busca atrair investimentos privados para o setor, as empresas do segmento pegam carona.


A divulgação da ata do Copom 8:00 é o primeiro destaque do dia. Na agenda ainda estão a participação de Roberto Campos Neto (BC) em evento, às 10h, e em coletiva sobre a covid-19, às 14h. A prévia do IPC-S 8:00 e a arrecadação de maio fecham a agenda local.



Antes de falar em investimentos, vamos falar de alta performance. Nosso maior objetivo é entender as pessoas, processos e tecnologia. Entre em contato com a gente e venha fazer parte do nosso universo.

Instagram

REDES SOCIAIS

Copywrite Hightrading 2017 © Todos os direitos reservados.